Após a aprovação no Exame da Ordem dos Advogados do Brasil, é hora de dar início à tão sonhada carreira da advocacia. Esse momento, no entanto, costuma ser penoso e, não raras as vezes, os advogados iniciantes cometem erros que podem dificultar ainda mais esse início.

Alguns erros são comuns, como a arrogância, ao achar que sabe tudo e que não precisa da ajuda de ninguém, e até o desdém com seus clientes, ao não valorizar cada um deles e tratá-los com a devida atenção.

Para não cometer esses e outros erros que podem dificultar ainda mais a vida dos advogados iniciantes, preparamos este post com 6 dicas e cuidados que devem ser observados. Continue lendo e garanta um início de carreira mais seguro e com perspectiva de muito sucesso.

1. Invista em capacitação

Como dito no início do texto, por vezes, o advogado iniciante comete o erro de ser arrogante e achar que já sabe tudo, até porque estudou muito para ser aprovado no exame da OAB. No entanto, não é bem assim. Por mais que tenham sido 5 anos de faculdade, ainda há muito o que aprender e sempre terá, já que as mudanças legislativas são constantes.

Logo, é fundamental continuar estudando e investir em livros, cursos e seminários. Se possível e viável financeiramente, fazer uma pós-graduação também pode ser uma ótima maneira de se capacitar.

Além disso, a jurisprudência dos tribunais tem ganhado cada vez mais importância no Direito brasileiro, sobretudo com o CPC/15, razão pela qual a capacitação passa pelo estudo semanal dos informativos dos tribunais superiores e das decisões em sede de recurso repetitivo.

2. Defina uma área de especialização

É comum que advogados iniciantes optem por atuar em toda e qualquer área do Direito em que surja uma demanda. Talvez isso se dê pelo afã de trabalhar e de formar uma ampla carteira de clientes. Mas essa atitude pode ter o efeito contrário com o passar do tempo.

A especialização é o melhor caminho a ser seguido. Ao se especializar em uma área, o advogado tem a oportunidade de se dedicar aos estudos especificamente do ramo eleito, aprofundando-se no tema, além de poder acompanhar as tendências jurisprudenciais e doutrinárias e, assim, se tornar uma autoridade no assunto.

Logo, a especialização proporciona mais chance de êxito nas demandas da sua área de atuação e diminui a chance de cometer erros. Em outras palavras, um advogado especialista se torna mais conhecido por sua atuação naquele ramo e conquista mais clientes.


3. Seja organizado

Estabelecer uma rotina pode ser essencial para garantir organização e produtividade. Nesse sentido, uma dica importante a ser seguida é definir o horário de cada atividade, como atendimento ao cliente, redação das petições, tarefas administrativas e de gestão do escritório e até mesmo de marketing jurídico.

Advogados não podem se esquecer de que trabalham com prazos processuais e eles devem ser rigorosamente observados, pois esse é um erro que nenhum advogado em nenhum momento da carreira pode cometer. Além de ser uma atitude malvista pelos colegas de profissão, pode causar sérios prejuízos ao cliente e implicar o dever de reparação de danos.

Contudo, a organização deve ir além. Como se trata de um negócio, é fundamental garantir uma boa gestão, fazer um planejamento, calcular o capital de giro e não gastar mais do que pode.

4. Valorize seus clientes

Advogados iniciantes costumam encontrar seus primeiros clientes por meio de contatos de amigos e familiares, mas, por vezes, não dão o devido valor a essas pessoas. É importante entender que, sobretudo nesse momento inicial, a divulgação boca a boca é a que mais costuma atrair novos clientes e, para isso, os que você já conquistou devem estar satisfeitos.

Nesse sentido, independentemente de quem seja o cliente, o advogado deve agir com postura profissional e se dedicar ao máximo para que ele fique satisfeito. Além disso, é importante ouvi-los com atenção, transmitir segurança, nunca falar o que não sabe e jamais prometer o sucesso de qualquer causa.

Caso a demanda já tenha sido solucionada, é interessante entrar em contato com antigos clientes para que não se esqueçam de você, seja enviando calendário, e-mail de Feliz Natal ou mesmo marcando pequenas reuniões esporádicas.

5. Melhore o networking

Além de manter um bom relacionamento com os clientes, outra dica importante é cultivar bons relacionamentos com os colegas da área jurídica, como amigos de faculdade e professores, assim como com clientes em potencial. Isso porque manter um bom relacionamento com essas pessoas é uma forma de ser lembrado e, eventualmente, ser indicado para outros clientes.

Para melhorar o networking, é interessante sempre participar de palestras ministradas na sua área de atuação, frequentar a OAB e estar presente nas suas reuniões, assim como nos encontros com os colegas de faculdade.

6. Faça marketing jurídico

Por mais que existam algumas restrições pelo Código de Ética, o marketing jurídico pode e deve ser explorado pelo advogado iniciante. A medida mais simples e antiga de marketing jurídico, mas que continua tendo sua importância, é sempre ter em mãos o cartão de visitas e entregá-lo aos potenciais clientes.

Por isso, é fundamental ter um cartão com boa identidade visual e condizente com sua área de atuação e com o decoro da profissão. O cartão pode e deve ser entregue aos colegas de profissão, aos clientes e aos clientes em potencial.

Além disso, manter um site e produzir conteúdo jurídico sobre o ramo de especialização e voltado para potenciais clientes também é uma estratégia de marketing que merece ser adotada. Isso demonstra domínio de conhecimento e transmite segurança para aqueles que pensam em te contratar. Uma última dica é utilizar as redes sociais a seu favor, transmitindo uma imagem de seriedade com o trabalho e domínio de conhecimento.

Dessa forma, por mais que a vida de advogados iniciantes possa ser um pouco difícil, ao seguir essas dicas e cuidados, muitos erros deixarão de ser cometidos e aumentará a chance de crescimento na carreira.

Quer aprender ainda mais? Aproveite para ler sobre tudo que você precisa saber para ser um advogado de sucesso.

Powered by Rock Convert
Powered by Rock Convert