A advocacia conta com mais de um milhão de profissionais na ativa só aqui no Brasil — e, com a internet, o trabalho a distância se torna cada vez mais simples. Isso significa que, ao mesmo tempo em que todas as pessoas se tornaram potenciais clientes, todos os profissionais se tornaram possíveis concorrentes. Uma das maneiras de enfrentar essa concorrência acirrada é aprender como fidelizar clientes na advocacia.

Esse processo pode parecer difícil, mas na verdade envolve um trabalho consistente e uma série de hábitos que podem ser aprendidos. Quer melhorar o desempenho de seu escritório com os clientes atuais? Veja como fazer neste artigo!

Cultive relacionamentos

Quem não é visto não é lembrado. Deixe de lado a ideia de que seus clientes devem procurar o escritório caso tenham problemas e que as únicas oportunidades de conversar são quando existem casos a tratar.

Cultive o relacionamento com seus clientes. Converse com os responsáveis pela empresa, com as pessoas físicas, seja cordial e humano. Se puder ajudar apresentando alguém, dando alguma dica, seja solícito.

Por mais que a advocacia seja um negócio, é indispensável lembrar que ela se baseia em uma relação entre seres humanos e, por esse motivo, tem fortes raízes na confiança. Essa confiança se constrói com o tempo, com um bom trabalho e também com demonstrações de interesse genuíno pelo sucesso dos clientes em suas empreitadas.

Tome a iniciativa: crie oportunidades para um almoço, um café, dê uma passadinha quando estiver por perto. Parabenize a empresa pela meta alcançada e o cliente pelo aniversário ou pela chegada de um novo membro à família. Seja uma pessoa de verdade, além do interesse.

Seja ágil

Por mais que existam diversas demandas dentro do escritório, o único problema que interessa para o cliente é o dele. Trata-se de uma visão natural, pois envolve perspectiva e prioridades. Sendo assim, a melhor maneira de lidar com isso é agir rapidamente.

Ser ágil nem sempre quer dizer agir imediatamente. Muitas vezes, responder aos clientes com um cronograma claro de quando as ações serão tomadas já ajuda a conter a ansiedade. Não se esqueça, porém, de prometer apenas aquilo que consegue cumprir e seguir os prazos informados à risca!

Monte uma boa equipe

A melhor forma de conseguir fazer mais atividades em menos tempo é delegar. No entanto, isso deve ser feito com qualidade. Selecione bem os profissionais de seu escritório para garantir o melhor atendimento possível!

Conquistar e reter talentos em um mercado competitivo requer um esforço do escritório em oferecer boas condições de trabalho e, consequentemente, pagamento e benefícios compatíveis. Avalie o mercado e ouça as demandas da equipe para manter os colaboradores felizes e motivados.

Além dos funcionários e estagiários, preste atenção a parceiros como advogados correspondentes, entregadores e outros prestadores de serviços. Se todos trabalham em harmonia e cumprem suas obrigações dentro do prazo, a confiança dos clientes aumenta e a qualidade é garantida!

Ofereça cortesias

Quem não gosta de um benefício a mais, não é mesmo? As cortesias oferecidas pelos advogados podem ser materiais promocionais, como canetas, pen drives e blocos de anotações, mas também é possível ir além: que tal pensar em algum serviço ou comodidade para aquele cliente fiel? Uma consultoria pontual, atendimento diferenciado, outra forma de comunicação: o que sua criatividade permitir.

Identifique uma necessidade, pense em sua capacidade de atender à demanda como cortesia e faça a oferta! Certamente isso auxiliará no fortalecimento da relação com o cliente, que se verá contemplado por uma atenção especial.

Pense no conforto dos clientes

O conforto tem uma série de aspectos a se considerar. Em primeiro lugar, podemos falar do espaço físico do escritório de advocacia.

A área destinada à recepção e atendimento aos clientes deve ser limpa, agradável e compatível com a quantidade de pessoas normalmente recebidas pelo escritório. Deixar clientes esperando em pé e não contar com ar-condicionado, água e café passam a impressão de um atendimento improvisado e pouco profissional. 

Os clientes devem se sentir bem no ambiente para poder tratar de suas questões de maneira objetiva. A simpatia e a cordialidade dos profissionais que realizam o atendimento também têm um papel fundamental nesse item.

Além do espaço físico, o conforto do cliente se relaciona à comodidade. O advogado deve tornar a vida do cliente o mais fácil possível. Nesse sentido, é interessante observar o seguinte:

  • investir em recursos que evitem deslocamentos, como portadores para a retirada e entrega de documentos em vias físicas ou meios de envio remoto de documentos digitais;
  • dispor de várias formas de comunicação, como atendimento telefônico, presencial e a distância por mensagens ou e-mails;
  • oferecer meios seguros e práticos de pagamento, como boletos bancários ou transferência em conta corrente;
  • enviar relatórios periódicos sobre o andamento processual, evitando que os clientes tenham que pedir informações caso queiram se informar sobre seus casos.

Invista na sinceridade

O trabalho do advogado é defender o cliente — muitas vezes contra ele mesmo. Pode parecer uma maneira estranha de ensinar como fidelizar clientes na advocacia, mas é a mais pura verdade. No trabalho do advogado, nem sempre o cliente tem razão.

Se seu cliente pede algo que não pode ser feito ou que será mais prejudicial do que trará benefícios, é seu dever dizer isso com clareza e sinceridade. Para dizer não ao cliente, é necessário apresentar motivos racionais e também emocionais para convencê-lo e, nessa hora, o bom relacionamento será essencial. 

Quem confia mesmo no advogado pode até não gostar das más notícias, mas vai acreditar no parecer do profissional que contratou. Seja firme e apresente os motivos bem fundamentados pelos quais você entende que o desejo do cliente não pode ser executado. Você poderá se espantar quando for elogiado por dizer não, mas a verdade é que ser firme e íntegro demonstra conhecimento e é uma excelente forma de garantir a fidelidade de seus clientes.

Descobrir como fidelizar clientes na advocacia é tão importante quanto aprender a conquistar novas demandas. A confiança é uma construção diária e tem um papel fundamental na vida do advogado de sucesso. Investir no relacionamento com seus clientes e demonstrar seu profissionalismo na prática cotidiana levarão seu negócio ainda mais longe! 

Gostou do artigo? Mantenha-se atualizado sobre o universo da advocacia e novas tendências da profissão assinando nossa newsletter. Até lá!

Powered by Rock Convert