Adotar estratégias de follow-up para advogados é uma maneira eficiente para conquistar uma boa base de clientes e mantê-los satisfeitos e fidelizados. Essa é uma das maneiras que permitem que o escritório se destaque no mercado e ganhe vantagem competitiva.

Nesse sentido, é importante que o profissional entenda a importância de se investir na continuidade do relacionamento advogado-cliente mesmo após o atendimento. Desse modo, ele deve saber definir as ações de acompanhamento e entender como conduzir essa relação da forma mais proveitosa possível.

Mas afinal, como essa estratégia pode ser enquadrada no segmento jurídico?

Neste artigo, vamos apresentar o conceito de follow-up e vamos dar algumas dicas de como esse método pode ser adotado com os clientes do seu escritório. Quer descobrir mais? Confira!

O que é follow-up?

A expressão follow-up significa “fazer o acompanhamento”. Esse conceito é abrangente e envolve o monitoramento de alguma ação, pessoa ou situação. De maneira geral, trata-se de um meio de avaliar o que foi feito no sentido de obter respostas e informações úteis e relevantes sobre determinada questão.

O objetivo é dar continuidade a um relacionamento comercial ou profissional para criar um vínculo mais estreito e próximo com o cliente, facilitando o seu trabalho no futuro.

No contexto da área jurídica, após uma consulta sobre o ajuizamento de uma determinada demanda judicial do cliente, o advogado pode entrar em contato e consultá-lo outras vezes com o intuito de realizar o follow up e verificar como anda essa questão.

Dessa forma, investir no follow-up consiste na adoção de meios para a realização do acompanhamento e manutenção contínua da conexão entre o profissional e o lead. Essa estratégia pode ser executada de várias maneiras — telefone, SMS, e-mail, Skype, WhatsApp, redes sociais, entre outros canais.

Em linhas gerais, o intuito é fazer com que o lead caminhe ao longo da jornada de compra e se torne qualificado.

Qual é a importância do follow-up para advogados?

Apesar de sua aplicação ser mais comum no âmbito da gestão empresarial, a estratégia de follow-up também pode ser adotada aos serviços de advocacia. E essa tendência vem ganhando cada vez mais espaço dentro do ambiente jurídico e sendo disseminada por profissionais do meio.

Trata-se de uma excelente fonte de informações e que possibilita que os advogados que adotam esse método se destaquem perante os demais profissionais que estão disponíveis no mercado.

Vamos apresentar a seguir os principais benefícios de se investir no follow-up para advogados.

Experiência favorável ao cliente

A relação estabelecida entre um escritório de advocacia e o seu cliente deve ser baseada na eficiência, segurança e confiança mútuas. Essas são qualidades imprescindíveis para a formação de um empreendimento jurídico de sucesso.

Nesse sentido, o investimento em técnicas de follow-up ajuda a oferecer uma experiência positiva para o cliente, que passa a se sentir importante e fica mais envolvido e informado ao longo da movimentação e do desenrolar de todo o procedimento.

Desse modo, o cliente não é visto como um mero número em meio a tantos outros no escritório, mas sim como um indivíduo único que tem suas necessidades, desejos e problemas que precisam ser resolvidos.

Por outro lado, a falta de investimento no follow-up faz com que os clientes se sintam deixados de lado devido à falta de informações e de contatos a quem recorrer.

Mais credibilidade para o profissional

A credibilidade e a confiança são características muito importantes dentro do ambiente jurídico. Afinal, um advogado renomado é sinal de competência, contentamento dos clientes e sucesso nas demandas. Ainda mais em um mercado saturado e tão competitivo onde o número de profissionais é bastante alto.

Desse modo, adotar métodos de follow-up pode fazer toda a diferença para o seu sucesso. Isso porque essa estratégia faz com que o advogado ganhe mais confiabilidade e reputação dentro do seu segmento. Além disso, o profissional demonstra que é organizado, que se preocupa com a solução do problema do cliente e que está buscando maneiras de resolver a questão.

Maior transparência para a relação

A transparência na relação estabelecida entre cliente e advogado deve ser o pilar de toda atividade advocatícia. Trata-se de uma característica que coloca o escritório e o profissional na frente da concorrência.

A estratégia de follow-up é muito importante para agregar valor, alcançar bons resultados e aumentar a clientela do escritório. Por isso, é essencial investir na comunicação eficiente e produtiva com o seu cliente. Preze por usar uma linguagem clara e objetiva e certifique-se de não utilizar termos jurídicos difíceis de serem entendidos por uma pessoa que não seja do meio.

Como fazer follow-up com os seus clientes?

Agora que você já entendeu as razões que tornam o procedimento de follow-up tão importante para um escritório de advocacia, vamos apresentar a seguir algumas medidas que podem ser adotadas com o intuito de otimizar o procedimento de continuidade do relacionamento profissional entre o cliente e o advogado. Entenda!

Utilize softwares

Antigamente, o acompanhamento e o mapeamento eram realizados de forma manual, o que demandava mais tempo e trabalho. Contudo, essa situação mudou. O advento da tecnologia otimizou o trabalho e proporcionou um salto na produtividade de empresas e escritórios.

Atualmente, automatizar tarefas significa aumentar a performance e reduzir o tempo gasto nas tarefas. Desse modo, é por meio do uso dessas ferramentas que o profissional consegue trazer eficiência aos seus processos internos.

E nada melhor do que alcançar isso por meio de softwares próprios de gestão. Eles ajudam a manter o controle e o acompanhamento de processos, além de permitir uma interação maior entre as partes.

Defina regras de envio de informações

Você pode programar o software para enviar informações contendo conteúdos úteis e direcionados às estratégias de follow-up. Para isso, é necessário conhecer mais a fundo o perfil do cliente e adaptar as técnicas conforme essa perspectiva.

Esse material pode ser enviado de forma automática para o e-mail dos clientes do escritório, via WhatsApp ou mensagens via SMS, por exemplo.

Como você pode perceber, as técnicas de follow-up para advogados levam em conta as individualidades de cada cliente, o perfil e o objetivo do escritório. Por isso, elabore um planejamento de acompanhamento adequado com o intuito de fortalecer a relação cliente-advogado e demonstrar confiança e credibilidade no seu trabalho.

Entendeu a importância das técnicas de follow-up para advogados? Curta a nossa página no Facebook e venha interagir mais com a gente nas redes sociais!

Powered by Rock Convert