Já se pegou pensando em como organizar a rotina de trabalho no escritório e ao considerar um aplicativo jurídico pensou que “isso não é para mim”? Os diversos mitos sobre software jurídico se baseiam em modelos antigos dos sistemas, que não têm nada a ver com as soluções atuais oferecidas no mercado.

As soluções mais modernas deixaram para trás o modelo fechado de software vendido sob licença, instalado em computadores dentro do escritório e inacessíveis pela internet. Agora, a tendência é de sistemas inteiramente online, com armazenamento em nuvem, integração com outras ferramentas e facilidade de uso.

Quer desbancar seis mitos sobre o uso de sistemas em seu escritório? Continue acompanhando este artigo!

1. Sistema jurídico é complicado de usar

Foi-se a era do software jurídico licenciado, com aparência feia, com inúmeros campos e abas para preenchimento manual. O sistema que só funciona no computador na rede do escritório e exigia uma série de treinamentos para sua operação é coisa do passado!

Os sistemas modernos são muito mais avançados e aplicam conceitos como a usabilidade. Quando um aplicativo é desenvolvido para usabilidade, sua interface é amigável e intuitiva. Basta que o usuário acesse o aplicativo e navegue por alguns minutos para entender como tudo funciona. Assim, a relutância em manter tudo organizado diminui e o uso do sistema pode ser uma experiência que realmente ajuda o trabalho do advogado.

Para remover a complicação da rotina, esqueça os softwares jurídicos antiquados! Invista em sistemas modernos, com interface bonita e que permitam o acesso em qualquer dispositivo!

2. Aplicativo jurídico não é seguro

Um dos mitos sobre software jurídico é de que nesses sistemas as informações não são armazenadas de forma segura e podem ser perdidas. Uma excelente solução para esse problema é deixar de lado os sistemas cujo armazenamento seja feito na própria rede do escritório.

Informações guardadas em disco ou em papel podem parecer muito seguras, até que um acidente acontece e tudo é perdido. Quem nunca ouviu falar de um incêndio, assalto ou enchente em que todo o trabalho da empresa foi perdido? Com o armazenamento pela internet isso deixa de ser uma preocupação.

Uma forte tendência nos aplicativos jurídicos atuais é o armazenamento em nuvem. Isso significa que as informações ficarão armazenadas em um servidor online, seguro e que conta com antivírus, proteção de dados e contra perda de informações.

Os dados armazenados na nuvem podem ser acessados a qualquer momento, a partir de qualquer dispositivo com acesso à internet. Não há mais necessidade de estar dentro do escritório, conectado a um servidor, para fazer o acesso. Isso pode ser feito de forma segura em qualquer lugar.

3. O aplicativo para advogados não é inteligente

Os aplicativos de hoje não são mais simples repositórios de tabelas de conteúdo. A automação dos sistemas evoluiu e hoje aplica a inteligência artificial para que os sistemas sejam instrumentos de análise muito mais profunda sobre o trabalho do escritório.

A inteligência artificial permite criar classificadores de assunto muito úteis para a análise e apuração das informações inseridas no sistema. As ferramentas de inteligência artificial podem ir muito mais além, identificando informações, desenvolvendo processos e otimizando o sistema.

4. Um aplicativo não facilita o trabalho dos escritórios

Sabe aquelas ações repetitivas do cotidiano da advocacia, que são necessárias mas não têm nenhum valor agregado? Como não morrer de tédio e desanimar da profissão fazendo sempre as mesmas atividades? Elas podem ser automatizadas para ser cumpridas por um robô advogado!

Ao contrário do que se vê nas manchetes sensacionalistas, a automação jurídica não surgiu para substituir os advogados. Um robô funciona como um assistente jurídico de alta performance que ajuda os advogados, escritórios de advocacia e empresas em atividades específicas.

As ferramentas de inteligência artificial existem para otimizar o trabalho dos profissionais, que terão mais tempo para as atividades que nenhum computador é capaz de fazer. Interagir com pessoas, imaginar novas soluções, ser criativo e espontâneo é o verdadeiro futuro da advocacia. Vamos convir, essas tarefas são bem mais interessantes do que alimentar um banco de dados, certo?

5. O aplicativo jurídico só é bom para grandes escritórios

Seu escritório é pequeno, tem poucos casos e por isso o aplicativo jurídico não é para você? Ledo engano. Hoje em dia as ferramentas são customizáveis e acessíveis para qualquer tipo de escritório. O investimento inicial nem se compara ao modelo anterior e é proporcional às demandas de cada cliente. Por consequência, escritórios menores pagam menos e podem obter os benefícios de um sistema jurídico automatizado.

As novas formas de contratação dos sistemas para advogados permitem que o custo seja facilmente suportado mesmo pelas bancas menores. Não há mais a necessidade de longas fases de implementação, compra de licenças, homologação…basta adquirir e começar a usar.

6. Não existe uma boa relação custo-benefício no aplicativo para advogados

Para fazer uma verdadeira análise de retorno sobre investimento é preciso diferenciar preço de valor. O custo de um aplicativo para gerenciamento jurídico é uma despesa ou um investimento?

É importante pensar nos ganhos de produtividade, na maior agilidade no trabalho e em todos os benefícios que um sistema pode trazer para o negócio. Ter informações organizadas, acessíveis e automatizadas aumenta a competitividade de seu negócio? Sua equipe trabalha mais rápido com um aplicativo fácil de usar? O acesso em vários lugares é útil? O armazenamento em nuvem poupa quanto em infraestrutura?

A melhor forma de descobrir as vantagens é aderir ao uso de um sistema inteligente, que seja prático e fácil de usar. Dessa forma os benefícios são percebidos rapidamente.

Acreditar nos mitos sobre software jurídico podem impedir o progresso profissional de seu escritório de advocacia. É importante se atualizar e conhecer as novas tendências da tecnologia para o mercado jurídico, pois as soluções são cada vez mais acessíveis e interessantes.

Utilizar a tecnologia de forma estratégica tem o poder de trazer muitos ganhos de produtividade e qualidade na performance dos escritórios. Isso permitirá atingir resultados nunca antes imaginados, basta investir nas ferramentas corretas!

Gostou do artigo? Para continuar acompanhando conteúdos como este e receber nossas novas postagens diretamente em seu e-mail, não esqueça de assinar nossa newsletter!

Powered by Rock Convert