Na área jurídica, podemos contar com as vantagens de criar e implantar um workflow para as diversas rotinas dos advogados como um meio de minimizar os riscos, as ineficiências e os problemas de gestão do negócio. Ele pode ser utilizado no ambiente jurídico para controlar as ações e informações processuais no escritório, para controle de qualidade e para avaliação da eficiência das diversas tarefas realizadas no escritório.

Na área do direito tudo faz parte de um processo, desde o primeiro contato com o cliente, até o final de um processo, e mesmo após. Por abranger todos os setores, tratar todas essas atividades referentes ao cliente como um fluxo de trabalho, um ciclo de vida, aumenta a produtividade, melhora a comunicação e ajuda a padronizar os procedimentos.

Para aprender como aplicá-lo em seu escritório e alcançar todos os benefícios com seu uso, siga a leitura!

Como o workflow é aplicado na advocacia?

O workflow é aplicado a partir da criação de um fluxo de trabalho bem planejado. Ele é estruturado de forma a se adequar às necessidades específicas de cada projeto, para que todo colaborador tenha ciência tanto de suas tarefas quanto dos objetivos do negócio.

Dessa forma, as etapas são divididas de modo viável, com a integração de várias pessoas, e as metas são estabelecidas tendo em vista a disponibilidade de todos os envolvidos no projeto. Isso permite que vários advogados atuem em um mesmo caso.

Quais seus benefícios?

Por meio da padronização de procedimentos e documentação de cada atividade, o workflow traz mais rapidez e precisão na execução das tarefas. Isso ocorre porque as atividades são planejadas, fazendo com que cada pessoa envolvida saiba o que e como fazer. Com isso, podemos observar alguns benefícios:

  • automatização do fluxo de trabalho da equipe e dos prazos;
  • mais produtividade e segurança;
  • menos tempo gasto com tarefas repetitivas;
  • melhor aproveitamento no controle de processos;
  • menos despesas;
  • gestão do escritório terceirizado ou correspondente;
  • detecção de dados relevantes e estratégicos para tomada de decisões;
  • controle do fluxo de trabalho da equipe;
  • mais agilidade para o cliente;
  • menos tempo gasto com tarefas de suporte;
  • mais facilidade para a gestão e a rotina de um advogado.

Quais as principais ferramentas utilizadas?

Para implementar esse sistema temos à disposição algumas ferramentas que vão permitir colocar em prática as principais ações para um bom funcionamento do escritório, como atuações preventivas, análise detalhada de dados para tomada de decisões, captura automática de publicações dos processos, mitigação de riscos financeiros, entre outros.

Para realizar essas atividades de forma eficiente é fundamental utilizar um bom software jurídico, que permitirá organizar o fluxo de trabalho dos advogados.

Os aplicativos possibilitam visualizar o workflow individual e da equipe, e permitem a interação entre as partes dentro do dispositivo. Por isso, sua aplicação é tão necessária para o bom funcionamento do escritório, garantindo que os profissionais se diferenciem de forma competitiva no mercado.

A rotina e os compromissos envolvidos na atividade jurídica tomam muito tempo dos profissionais que atuam na área. Por isso, o uso dos programas jurídicos para aplicar o workflow para advogados é indispensável, pois permitirá que o profissional se concentre nas atividades sem perder o controle do seu negócio.

Gostou das dicas? Agora que você sabe mais sobre o assunto, conheça 6 ferramentas essenciais para seu escritório!

Powered by Rock Convert
TIKAL TECH
Autor