Todo mundo sabe que a tecnologia veio para transformar a maneira como as pessoas se comunicam, trabalham, se locomovem e até mesmo se relacionam socialmente. Logo, é imprescindível conhecer as soluções que surgem no mercado e entender de que forma podem contribuir para a sua rotina pessoal ou profissional. Neste post você entenderá um pouco mais sobre os softwares-as-a-service, também conhecidos como SaaS.

Provavelmente, se você assiste seus filmes e séries favoritos pela Netflix ou utiliza soluções como o Dropbox e o Google Drive, significa que o software-as-a-service já faz parte da sua rotina, mesmo que você não saiba. Atualmente, esse tipo de solução vem ganhando espaço significativo no mercado, principalmente em razão dos benefícios que oferece tanto para os usuários quanto para os desenvolvedores.

Nos próximos tópicos aprofundaremos algumas ideias sobre o conceito, os benefícios e o funcionamento do SaaS na prática, mostrando como ele pode ir muito além desses usos. Tem interesse em saber mais? Então, prossiga na leitura!

O que são softwares-as-a-service e como funcionam?

O sistema conhecido como software-as-a-service não é comercializado no mercado como um produto, mas como um serviço, como o próprio nome sugere.

Isso significa que a empresa que oferece o serviço não faz a instalação de um programa ou de equipamentos para viabilizar o uso do sistema, uma vez que todas as aplicações e as funcionalidades são utilizadas por meio exclusivo do acesso à internet.

Além dos exemplos citados, outro SaaS muito conhecido e totalmente gratuito é o sistema Gmail, que, além do e-mail, oferece inúmeras ferramentas que podem ser utilizadas pelo usuário sem a necessidade de instalar um software em seu computador. 

Hoje o mercado oferece inúmeros serviços nessa modalidade. Na prática, assim que a empresa realiza a aquisição de um software-as-a-service, o sistema já pode ser utilizado em qualquer lugar, a qualquer hora do dia, bastando ao usuário o contato com um computador ou com um smartphone que tenha acesso à internet.

O pagamento, no caso dos SaaS não gratuitos, é feito como se fosse uma assinatura que concede o acesso. Dessa forma, o cliente pode fazer uso do sistema enquanto for do seu interesse, o que otimiza a contratação e o cancelamento e elimina a necessidade da aquisição de licenças.

Em resumo, o software-as-a-service se apresenta como uma solução que atende a diversos objetivos. Ele pode funcionar como uma plataforma de acesso a um e-mail pessoal e até como um sistema completo, capaz de realizar o gerenciamento operacional de um negócio.

Quais são os benefícios de um software-as-a-service?

O SaaS representa uma nova forma de tecnologia que traz facilidade para o usuário, reduzindo a burocracia e visando a otimização dos resultados. Nesse contexto, algumas das principais vantagens de quem usa o sistema estão relacionadas a seguir.

Custos mais baixos para a empresa

Como o usuário não precisa comprar o software e adquirir uma licença de uso ou ter um computador exclusivo para acessá-lo, o custo do sistema como serviço acaba sendo muito mais baixo  razão pela qual não são necessários grandes investimentos.

Acesso facilitado

Outra vantagem que merece destaque é que, para acessar esse tipo de software, o usuário só precisa ter acesso à internet.

Assim, há a possibilidade de utilizar o programa em viagens, a qualquer horário, independentemente de estar ou não nas dependências físicas da empresa — diferentemente dos softwares tradicionais, nos quais só era possível utilizar o programa mediante o acesso a um computador específico e com a licença de uso do sistema. 

Não há a necessidade de hospedagem em uma máquina

Os SaaS não ficam hospedados em máquinas, mas na nuvem. Dessa forma, a empresa não precisa ter um computador específico para manter o sistema funcionando. Pelo contrário, mesmo que no local não tenha nenhum computador, a utilização do serviço é possível, desde que exista algum equipamento com acesso à internet.

Customização

Outro benefício dos softwares-as-a-service é que, de forma geral, as empresas oferecem opções totalmente customizáveis, que podem ser adicionadas ao pacote de acordo com as especificidades de cada cliente.

Isso permite que o sistema seja ajustado e esteja alinhado às necessidades e demandas de cada empresa, o que varia muito de acordo com o serviço prestado ou com o tipo de produto desenvolvido.

Atualizações

Diferentemente de um software comum, no qual o usuário precisa desembolsar uma quantia para adquirir as atualizações, no software-as-a-service isso não é necessário. Nesse caso, as atualizações são todas automáticas, beneficiando diversos usuários.

Isso ocorre porque o sistema está hospedado na internet, razão pela qual as atualizações devem ser feitas de forma única, atingindo a todos que utilizam o sistema.

Facilidade de integração

Por fim, outro grande benefício do software-as-a-service é que ele costuma oferecer uma integração facilitada com outros sistemas. Geralmente, esses softwares são desenvolvidos de modo a permitir a integração de forma simples e descomplicada, facilitando a organização e o planejamento de TI da empresa.

Como o SaaS pode ser utilizado em um escritório de advocacia?

Os escritórios de advocacia têm uma rotina muito específica que envolve não só o trabalho interno, como também o cumprimento de prazos, a realização de audiências, de reuniões externas, de diligências, entre outros.

Nesse sentido, o software-as-a-service é uma ferramenta muito benéfica para a rotina do advogado porque permite o acesso remoto a informações sobre processos e documentos de clientes, além de garantir que a gestão seja feita com foco no core business.

Além disso, a opção por um sistema SaaS ajuda a reduzir custos e facilita o trabalho do profissional como um todo, já que traz benefícios que não são encontrados nas demais soluções disponíveis no mercado.

A integração com outros sistemas e a facilidade de contratação também são diferenciais que merecem destaque, uma vez que a rotina do profissional de advocacia exige agilidade e praticidade nas soluções que serão utilizadas no dia a dia do profissional.

Gostou deste artigo sobre softwares-as-a-service? Então, que tal aprofundar o seu conhecimento sobre o tema sob a ótica jurídica? Confira o próximo post com 6 mitos sobre aplicativos jurídicos que foram desvendados.

softwares as a service

Powered by Rock Convert