Atualmente, manter-se atualizado é uma necessidade na rotina profissional de quem trabalha com o ramo do Direito. Não basta apenas ter o conhecimento das leis. Nem só de Vade Mecum e livros de doutrina vive um profissional do meio jurídico.

Nesse cenário, investir em livros para advogados é uma ótima estratégia para se destacar no mercado e sair à frente da concorrência. A leitura diária torna o profissional mais realista, pragmático e aumenta a sua produtividade.

Pensando nisso, vamos apresentar cinco dicas de livros para advogados que você deveria incluir na sua lista. Confira!

1. O Sol é para todos — Harper Lee

Esse clássico conta a história de um advogado americano que fica responsável por fazer a defesa processual de um homem de pele negra, acusado de ter estuprado uma mulher branca.

O livro vai contando o desenrolar dessa trama e retrata questões como o racismo e como a cor da pele influencia o julgamento de valores e tem o poder de tornar alguém inocente ou culpado perante a sociedade.

2. A Lei — Claude Frédéric Bastiat

A obra francesa foi escrita em 1848, na época da terceira Revolução Francesa. O livro traz noções de normatividade no tocante às propriedades e liberdades privadas, a aplicação dos tributos aos cidadãos com o objetivo de proteger valores maiores. Fora isso, trata de questões sobre a ação do Estado sobre a vida, a liberdade e a propriedade das pessoas, além de lidar com a responsabilidade do governo, de fato, na sociedade.

3. Crime e Castigo (Fiódor Dostoiévski)

Publicada em 1886, a obra conta a história do estudante Rodion Românovitch que comete um crime e se vê perseguido por questões morais envolvendo o ato. A trama vai sendo desenvolvida explorando o lado psicológico do assassino e as consequências que o homicídio pode causar na mente do criminoso.

4. A arte da guerra — Sun Tzu

O livro consiste em um tratado militar redigido no século IV a.C. Os ensinamentos de respeito à moral, ética e ao competidor adversário passaram a ser aplicados em organizações militares e até mesmo nos negócios.

Por isso, é indicado a advogados, pois oferecem noções de estratégia para a formação de argumentos e diálogos.

5. Dos Delitos e Das Penas — Cesare Beccaria

Escrita no século XVIII, a obra retrata questões humanitárias e os métodos utilizados no Direito Penal. Naquela época, a punição rigorosa aos transgressores da lei era considerada justa e legítima, mesmo sem a observação do devido procedimento legal para verificar a existência de culpa.

O livro traz ao leitor uma reflexão acerca do tratamento humano e digno que deve ser dado ao indivíduo por meio da aplicação de um processo penal justo e a determinação da pena adequada ao crime cometido, com o objetivo de reabilitar o criminoso à vida em sociedade.

Os livros para advogados que citamos aqui abordam temas que fazem parte do dia a dia do profissional do Direito e são uma ótima pedida para quem quer desenvolver uma consciência jurídica mais ampla e voltada às questões sociais e humanitárias. Eles são indicados para levar o leitor a refletir sobre os problemas sociais e as questões humanizadas envolvendo o mundo jurídico. Não perca tempo e inclua já essas obras na sua lista!

Quer curtir momentos de lazer e agregar conhecimento jurídico ao mesmo tempo? Confira alguns filmes para advogados disponíveis na Netflix que separamos para você!

Powered by Rock Convert